Favicon Bio Bem Estar | biobemestar.com.br

Especialidades

Medicina Integrativa na Odontologia

O conceito de medicina integrativa é baseado em um movimento iniciado nos Estados Unidos na década de 1970, em que o tratamento da doença busca um sentido mais amplo de cura, visando tratar a pessoa como um todo: corpo, mente e espírito. Um médico que pratica medicina integrativa combina tratamentos tradicionais com terapias complementares cuja segurança e eficácia foram comprovadas cientificamente, e prioriza uma relação médico-paciente aberta e de confiança. Considerar o uso de métodos terapêuticos naturais que sejam eficazes e não invasivos sempre que possível, com uma parceria paciente-médico no processo de cicatrização.

medicina integrativa | biobemestar.com.br

A medicina integrativa está ganhando terreno no mundo de hoje, um passo de cada vez. O homem moderno enfrenta dificuldades crescentes para manter sua saúde, pois está cercado de hábitos alimentares e de sono pouco saudáveis, fatores indutores de estresse, falta de tempo para o autocuidado, relaxamento, atividade física e prática religiosa.

Para alguém que nunca ouviu falar do conceito, pode parecer “nebuloso”, “holístico” ou sem fundamento. A medicina integrativa, por outro lado, é uma ciência bem estabelecida que se baseia em fatos cientificamente comprovados. Mais de 40 universidades americanas, bem como uma série de instituições europeias, estão estudando e empregando essa abordagem, que oferece uma visão mais holística do indivíduo. A Clínica Mayo, Harvard e a Escola de Medicina da Universidade Johns Hopkins estão entre as instituições envolvidas nesse relacionamento. Acupuntura, Medicina Chinesa, Ayurveda, Homeopatia, Naturopatia (uso de ervas, vitaminas e minerais, além de probióticos) são exemplos de medicina integrativa ou funcional, segundo o National Institutes of Health nos Estados Unidos, que é semelhante ao Ministério da Saúde do Brasil.

medicina integrativa | biobemestar.com.br

Vale ressaltar que uma boa equipe multidisciplinar, incluindo nutricionistas, psicólogos, terapeutas, nutricionistas, enfermeiros e dentistas, está sempre presente ao lado do médico. O objetivo final de um profissional integrador é fornecer informações e terapias que vão além da medicina convencional, promovendo a SAFE em sua forma mais pura.

Quando o assunto é saúde, bom senso e humildade são essenciais. Usamos todas as abordagens disponíveis para ajudar nossos pacientes, seja combinar antibióticos com fitoterápicos, quimioterapia com mudanças na dieta ou analgésicos com boa meditação. O crucial é nunca substituir um tratamento convencional bem estabelecido por outro que não tenha a mesma eficácia e confiabilidade. Nada é prescrito para todos, e a individualização do paciente é um componente importante do tratamento.